Friday, July 31, 2009

Esquisito...

Todo mundo tem seu mundo. Sapiência, juízo, justiça e outros adjetivos são sempre características comuns, mesmo que só o criador deste mundo a veja assim. A harmonia floresce ali, nem que seja pela solidão. É realmente belo...

Eu queria plantar um jardim ali dentro, sabe? Uma flor-de-lis, um lírio, uma violeta, qualquer coisa. Talvez, se o tempo ajudasse, algo diferente de comigo-ninguém-pode. Plantar uma planta mais delicada, que exigisse cuidado, tempo e dedicação. Ao menos seria um testemunho que alguns mundos não existem só para dentro. Mas, para mim, seria uma gratificação. Algo que eu ficaria mais animado a ter e chamar de “meu”.

...

Eu já cansei de ouvir as mesmas coisas no rádio e TV. É a mesma reclamação de sempre, a mesma coisa de sempre. Se está incomodado, mude. Mas não me torre o saco.

...

Nem fodendo que vou me vestir igual um palhacinho pra divertir pessoas que não importo se respiram ou comem terra. Não vou fazer bonito só porque querem, não é assim que eu funciono. Procurem outro pra fazer de besta, eu não estou afim. Tchau, e já vai tarde.

...

Eu já notei que reclamo demais, e não acho isso ruim. O melhor: na hora eu acho que estou completamente certo (tá, e muitas vezes até depois continuo achando, mas eu sou capaz de refletir de cabeça fria e ver se estou errado)! Eu até prefiro reclamar, ao menos eu não vou preso por agressão, desacato nem nada assim. E ainda mantém minha sanidade mental, já que não fico remoendo raiva. E tem pessoas que dizem que melhor é engolir a seco. Ahã... claro, e “stress” é moda, né?

...

Hum... acho que vou cortar o cabelo...

...

Aos mais desavisados, o aviso: nunca foi meu intuito fazer sentido.

5 comments:

Waldson Lelis said...

As melhores postagens são aquelas que não tem sentido... ou aparentemente não tem... Abraços ae meu caro

Pamina said...

"Eu queria plantar um jardim ali dentro, sabe? Uma flor-de-lis, um lírio, uma violeta, qualquer coisa. Talvez, se o tempo ajudasse, algo diferente de comigo-ninguém-pode. Plantar uma planta mais delicada, que exigisse cuidado, tempo e dedicação. Ao menos seria um testemunho que alguns mundos não existem só para dentro. Mas, para mim, seria uma gratificação. Algo que eu ficaria mais animado a ter e chamar de “meu”.

Lindo e delicado isso. Adorei!

Vampira Dea said...

Quem faz sentido,tá mentindo.
Parabéns pelo filhinho.

Potencia feminina said...

É, vc é meio chato sim, isso pela net já notei :P mas pessoalmente é pior, com certeza ahUAuia :)
o texto é bacana, desabafa q ta tudo errado, mas se todos pensarem q nem vc, como o mundo iria ficar? Ah, prefiro não pensar e contemplar seu texto com um sorriso, vale mais a pena :)

Enfim, tem selinho la no meu blog pra ti, sei q tu naum gosta dessas coisas, mas o blog tomou o rumo make total :D

BEIJOS CHATOO!

Juliane G. said...

Por onde andas?