Friday, January 26, 2007

Guerra e Democracia

Vi um filme ontem na TV, "Bom Dia, Vietnã" (que, tirando o aspecto putamente romantizado das situações), foi muito divertido), e pensei sobre a guerra.

No caso do Vietnã: um bando de gente que nem sabe direito o que está lutando, sob um pretexto que foi inserido em seus cérebros de "salvar esse país que se afunda no inferno comunista!", ferra a população local pelo que os EUA achem correto. Ora, a população local só queria viver em paz, e por isso os Vietcongs foram tão fodas em trucidas aquele bando de panacas que resolveram adentrar as florestas e vilas. Mulheres foram estupradas, crianças foram degoladas, simples trabalhadores presos por serem "subversivos", só porque os militares diziam que "é um preço a pagar pela liberdade". Os poucos que sabiam que a guerra era só uma afronta à URSS pelo domínio de países asiáticos ou se calavam por medo de enfrentar corte marcial ou porque queriam ganhar "glória" (lê-se patente, dinheiro e reconhecimento público). Os que diziam algo contra com certeza eram encaminhados a cadeias especiais (no Vietnã ou EUA), degolados para servirem de exemplo ou só desapareciam.

É, uma beleza! Aqueles que se opõem a guerra são despachados para cadeias (ou pra vala coletiva), e uns e outros (se forem muitos a se opor) conseguem fazer uma retidão no processo, mas nunca seu fim. Tanto que, apesar dos inúmeros protestos, a Guerra do Vietnã só acabou com o pau que os EUA levou no rabo, destruindo seu orgulho porque seus filhos tão bem armados levaram chumbo dum bando de desdentados com rifles enferrujados!

Democracia também vem disso: dê um saco de sementes, micro-terra e umas 6 enxadas a algumas famílias e dirão que você salva o povo. Quando, na verdade, você o fez para desviar a atenção de seu colega que pode sofrer cassação e tem provas boas contra você. E você, na verdade, poderia dar 100 vezes mais aquelas famílias.


Ou, segundo Platão, a democracia é o governo déspota das maiorias.


*Sim, estou com sono e o texto saiu uma merda com falta de coerência. Dá um desconto!*

6 comments:

Bia Ferreira said...

Hum.. engraçado, enquanto te leio, tô ouvindo o Bob (é o Marley), cantando Bufallo solder, dizendo pro cara lutar pra sobreviver.. no fim das contas a guerra é só isso pra maior parte de quem participa de verdade, pega em arma, mata, morre... luta pra sobreviver, nada mais.. que besta!!!
Soui contra a guerra, sou os americanos de bosta, sou contra qualquer coisa que não tenha harmonia.. Guerra não tem harmonia.. é uma cacofinia horrenda de tiros, gritos, dor, angustias.. E completamente inutil....

Meow said...

Guerra é uma coisa inútil que o ser humano inventou para se auto-destruir. Arf.

monjh said...

é... e para conseguir o dinheiro do próximo.

Mah said...

Ok, descontado! rs

Isa Dora said...

Oii! Passando pra dizer um "oi", e falar q adorei tudo o q tu escreve aqui. Muito descontraído o teu jeito.

Abraços. Té mais.
:)

amar said...

Oi, querido!
*sorrindo*

Sabe, a pior das guerras é a de todos os dias. Esta velada e até mesmo escancarada, mas que a maioria nem vê, ou não se lembra... quantas atrocidades e tão perto de nós.

Posso colocar m link do seu blog lá no meu??? Beijos!

{amar nadhirah}_*MA*
http://fio-de-prata.blogspot.com

P.S.: e o jogo, como anda?